Muitas mulheres se sentem trocadas pelos jogos e não aguentam aquela situação de abandono, muitas delas não conseguem ter atitudes e buscam informações com outras pessoas da forma que deve agir. O que você faria se fosse com você?

Muitas vezes este problema assim como quase todos os outros podem ser resolvidos com um simples diálogo, mas como parece que todas as pessoas do mundo gostam de ir pelo caminho mais complicado, a opção mais lógica fica sempre em último plano.

Ás vezes as garotas conheceram os caras já viciados em jogos e pensou que em um passe de mágica ele iria deixar de lado, acontecem também casos em que o namoro já vai se arrastando em ambos os lados e como nenhum dos dois termina fica esse joguinho de fingir estar tudo bem.

Você mulher que se encontra nesta situação deve pensar primeiro na forma de conversar e o em que ponto você que chegar. Você talvez gostasse de estar do lado dele nestes momentos em que ele esteja jogando, mas tem medo de conversar e expor está opinião, talvez você realmente não goste de jogos e gostasse que ele não jogasse em momentos que vocês poderiam estar mais juntos.

Trocada pelo vídeo game

Vídeo game x Namorada

Em respostas as essas perguntas em alguns fóruns na internet você percebe inúmeros tipos de opiniões:

  • Bloquear os sites de jogos no computador – Atitude impensável, se parar pra pensar que seu namoro vive numa situação em que um vídeo game está mais agradável que sua companhia e vocês não conseguem dialogar sobre isso.
  • Terminar o namoro – Digamos que muito mais inteligente que a primeira opção, mas é necessário pensar muito sobre esta decisão, muitas vezes um diálogo colocaria tudo em ordem ao invés de jogar um relacionamento com alguém que você goste. Agora caso você já esteja doida pra terminar, encontrou a desculpa perfeita.
  • Conversar – Chegamos á parte mais inteligente do assunto, o que deve ser feito em todo caso de desentendimento, seja simples ou mais sério, lembrando que é um diálogo e não uma discussão. Esteja aberta a dizer e escutar da maneira mais coerente possível, depois de feito isso é fácil analisar a situação e colocar numa balança se existe possibilidade de uma melhora ou não dos dois lados.

O importante nesse assunto é manter o respeito que por muitas vezes é deixado de lado em uma conversa de casal, um namoro pode não ser nada em um momento de briga, mas o arrependimento pode ser muito maior depois.