Estive jogando um monte de Skyrim no PC recentemente. Eu tendo a ter uma relação de amor e ódio com RPGs da Bethesda: de um lado, eu gosto do fato de que eles criam vastos mundos com muitas coisas para fazer. Por outro lado, eles têm um monte de erros de todos os tipos que vão desde as falhas gráficas até os erros de script e o uso em excesso de memória RAM.

No entanto, o que realmente torna especial para mim, é que eles são extremamente amigáveis a modificações. Há um monte de espaço aberto no reino de Tamriel, que oferece uma ampla tela para criar novas casas, masmorras, marcos ou até mesmo uma nova cidade. Na verdade, ele nem sequer para por aí: alguns “modders” (como são conhecidos os modificadores dos jogos) mais ambiciosos têm até tentaram criar todo o reino de Tamriel baseado em conhecimento anterior.

Por que introduzir um artigo sobre GTA V com Skyrim?

Provavelmente esta é a pergunta que você deve estar se fazendo agora. Mas tem explicação. Skyrim é basicamente o jogo atual que deve ter mais “modders” na ativa. Lógico que existem “modders” para GTA IV, mas eu prefiro jogar o Skyrim. O que não me impede de pensar que se GTA V tivesse mods eu não jogaria. E esta comparação que acho ser essencial para começarmos nosso artigo, pois boa parte das fontes se refere a entrevistas que encontrei do pessoal da comunidade Skyrim e da Bethesda, e não da Rockstar.

Os mods para jogadores de consoles

Sou um jogador de PC, apesar de ter meu PS3 na sala para os jogos exclusivos que tanto gosto. Li recentemente um artigo interessante do site Kotaku que me fez perguntar por que jogadores de console não tem mods. Todd Howard, um dos nomes da Bethesda tinha dito na E3 que, se tivesse a indústria de videogames do seu jeito, os consoles iriam funcionar como PCs, inclusive a inclusão de mods. Agora, o único jogo de console que eu posso pensar que suporta modding é Unreal Tournament 3 para a PS3. Com as empresas de sucesso como a Valve e Bethesda tem crescido devido a suas comunidades modding, é uma surpresa que os desenvolvedores do console não estão abraçando este potencial de oportunidades.

Mas consoles meu console Playstation ou Xbox não aceita mods?

Se você veio a este artigo só para saber sobre instalar os mods, aqui está a resposta curta: não.

Mas claro, existem alguns exemplos de modificações posíveis em jogos de console. Muitos jogos têm uma função de cartógrafo que permite fazer mapas personalizados. Timesplitters é um exemplo maravilhoso disso, já que você pode não apenas fazer mapas multiplayer, mas pode até mesmo criar mapas solo também. No entanto, mesmo essas ferramentas temm seus limites e você só poderia criar usando as peças que o desenvolvedor fornece a você. Não há importação de modelos personalizados que você faz no seu software 3D de escolha, qualquer script só é feito por funções pré-fabricadas, o design de som é muito mais do mesmo. Não me interpretem mal, as ferramentas são uma ótima maneira de testar a criatividade e são grandes para muita diversão. Mas, para a criação de algo mais do que isso , isso simplesmente não vai dar certo.

O mundo dos mods para encontrar novos talentos

Uma das grandes coisas sobre as comunidades de modding para os jogos é que eles servem como uma ótima maneira para os desenvolvedores encontrarem talentos. Por exemplo Oscuro, criador do popular mod “Oscuro’s Oblivion Overhaul”, conseguiu um emprego nas Obsidian Entertainment como resultado. Não só isso, mas também é uma excelente maneira para os aspirantes a desenvolvedores de jogos para poder mostrar as suas habilidades e dar uma boa primeira impressão para os próprios desenvolvedores , uma vez que você já provou as suas qualificações. Eu acredito que um monte de desenvolvedores que trabalham principalmente em consoles podem se beneficiar deste bem.

O fator da rejogabilidade

Mods também fornecem uma tonelada de valor aos já existente jogos. Originalmente, eu tinha pego emprestado Oblivion para o PS3, mas depois de descobrir os muitos mods que existiam para o jogo e como fizeram uma experiência totalmente nova, eu comprei o jogo para o PC. Com a quantidade de horas que eu afundei em jogos com as comunidades modding ativas como essas, posso dizer com segurança que eu compensei meu investimento com cada uma delas, mesmo que eu já tenha esgotado boa parte do conteúdo do jogo principal, ainda tenho mais um monte esperando para ser baixado.

Mods que fizeram sucesso

Natural Selection e Natural Selection II foram originados de mods para Half-Life e hoje são jogos independentes de excelente qualidade. (Foto: clan-sg.foroactivos.net)

Críticas a comunidade modding

Existem várias críticas ao modding embora. Uma delas é que o jogo real pode se perder na mistura e não faz a experiência “pura” que os desenvolvedores pretendiam. Em vez disso, ele se parece com um jogo de fãs de baixa qualidade. Por um lado, se os desenvolvedores destinaram ao jogador para jogar o jogo apenas uma maneira, não teriam incluído ferramentas que permitiriam a um modder empreendedor para criar facilmente seus próprios mapas e modos de jogo.

Outra crítica que eu vi é o fato de que ele irá permitir que hackers maliciosos causem problemas devido a mods. Afinal, se as pessoas podem adicionar novos mapas e modos de jogo, o que é para impedir as pessoas de fazer trapaças e mods que praticamente acabam com um console? Este argumento tem algum mérito. Há pessoas lá fora, que tem prazer em serem estúpidos e estragam as coisas para todos os outros. Um caso particular foi um mod feito para o DS que estragava o console ao ser disfarçado como uma apresentação de slides ou hentai ou um upload para roms comerciais. No entanto, o problema sobre isso é que ele conta com um usuário que irá fazer o download e executar o arquivo em vez de forçá-lo para o DS do jogador. Modding não é um processo à prova de idiotas e eu acredito que ele deve pelo menos ser comunicado de que é uma função apenas para usuários avançados, mesmo que apenas para evitar acusações de responsabilidade .

Há também a possibilidade de entrar em conflito com as leis de direitos autorais. Muitos fãs criaram o conteúdo baseado em outros meios de comunicação, incluindo mapas multiplayer de outros jogos, modelos de personagens baseados fora doso jogos, personagens de filmes até mesmo jogos inteiros de fãs. GTA V está neste momento sendo reconstruído através do jogo GTA IV, passo a passo para PC. E já foi possível jogar com o Homem de Ferro, de propriedade intelectual da Marvel, em GTA IV.

Com certeza, estes mods não são feitos para o lucro, mas mesmo assim, eles ainda podem ser removidos, como inúmeros vídeos do Youtube tem sido. Com a quantidade de problemas legais que Google enfrenta sobre violação de direitos autorais no Youtube, faz sentido que fabricantes de consoles não querem estar na mesma situação. É muito mais fácil simplesmente permitir que apenas o conteúdo pessoalmente aprovado pelos fabricantes de consoles sejam baixados, em vez de ter que percorrer um mar de mods para encontrar os que quebram as regras. Talvez isso mude um pouco na nova geração de consoles, que possibilitam o streaming ao vivo de jogos para a internet. Mas ainda precisamos esperar um pouco para ver.

O mundo maravilhoso dos PCs para os modders

Por fim, há pessoas que simplesmente acreditam firmemente que mods pertencem apenas ao mundo dp PC. Além de ser um ponto de vista elitista, acho que se tal atitude fosse adotada, a indústria de videogames nunca teria crescido ao nível que existe hoje. Só porque um determinado recurso funciona para uma coisa não significa que ele não pode ser feito para trabalhar para outra.

A liberdade e a segurança dos consoles

O cerne da questão realmente se resume a liberdade VS segurança. Devemos permitir que as pessoas façam upload e desfrutem de seu próprio conteúdo homebrew , mas arriscando estragar o seu console ou invocar a ira combinada das gigantes da indústria dos direitos autorais? Ou devemos manter o sistema fechado e seguro, ainda limitando a criatividade? Vale lembrar que o “desbloqueio” de um console também significa a possibilidade real da pirataria de jogos, algo que somos completamente contra.

Pessoalmente, meu voto vai no sentido de dar aos jogadores e desenvolvedores a liberdade para criar mods para consoles. É verdade que algumas pessoas vão usá-lo para mexer com os outros, embora os muitos aspectos positivos que podem vir desta iniciativa. Por exemplo, pode passar a ser possível fazer um “backu-up” de seus jogos. Afinal, já vi mais de um amigo quebrando um jogo original sem querer.

Portanto, espere GTA V sair para PCs e aguarde os mods. Ou vá e jogue GTA IV enquanto isso.

Então, onde você está? Acha que mods tem espaço nos consoles ? Ou eles são mais problemas do que eles valem a pena?