Pra quem realmente teve infância, alguns joguinhos são clássicos, como Super Mário, por exemplo.

Depois que a febre passou (se é que passou), e outros jogos e versões mais novas tomaram conta do mercado e do gosto popular, ainda existem aqueles que querem descobrir tudo que é possível nos jogos velhinhos.

É… eles dissecam os jogos mesmo. Imagine como é que descobriram que é possível passar as fases do Mario sem mexer no joystick? Provavelmente o descobridor deve ter ido ao banheiro e quando voltou já tinha passado a fase.

Brincadeiras à parte (num site de jogos), os vídeos abaixo provam que não estou mentindo (muito).

Legal né? Alguns joguinhos são tão bem feitos que seus desenvolvedores criam situações como estas. Pode ser simples de jogar, mas não necessariamente simples de programar para que isto ocorra!