A série Medal of Honor nasceu em 1999 inspirada pelo filme O Resgate do Soldado Ryan. Este filme, dirigido por Steven Spielberg e lançado no ano anterior, recebeu 10 indicações ao Óscar (incluindo melhor filme) sendo que 4 dessas indicações renderam estatuetas douradas.  Depois de tanto sucesso, o próprio Spielberg idealizou uma experiência em que o expectador poderia ser transportado para dentro de uma batalha da Segunda Guerra Mundial e se colocar no lugar dos soldados que viraram heróis no século passado. Para isso, nada melhor que mergulhar de cabeça no universo dos FPS (“First-Person Shooters” ou “Atiradores em Primeira Pessoa”) no qual a arma é colocada quase literalmente na mão do jogador.

O primeiro jogo da franquia foi lançado para Playstation e o jogador entra na pele do tenente Jimmy Patterson, integrante da OSS, cujo objetivo é destruir bases inimigas e acabar com batalhões nazistas.

Cena do Jogo Medal of Honor de 1999 para Playstation

Mirando no inimigo nazista com a super tecnologia de 1999.

Esse primeiro jogo teve uma resposta tão positiva do público que a franquia rendeu mais 12 títulos nas plataformas PC, Mac, Xbox, Xbox 360, Playstations 1, 2 e 3, PSP, Game Cube, Wii e Game Boy Advance, além de uma versão ainda inédita para Wii U e uma versão para telefone celular.

O último jogo da franquia lançado retoma o título original da primeira versão de Playstation. Intitulado somente Medal of Honor, e se propõe justamente a criar um reboot da série que antes era ambientada na Segunda Guerra Mundial e, agora, nos conflitos do Afeganistão.

Imagem do jogo Medal of Honor 2010 para PC

Encarne um caipira barbudo para espalhar o terror no Afeganistão.

Neste game, os jogadores enfrentam cenários baseados em acontecimentos e batalhas reais, como a Operação Anaconda (mais especificamente, os eventos relacionados com a Batalha de Takur Ghar). Mas o que realmente gerou grande polêmica e controvérsia neste jogo foi o modo multiplayer, no qual as pessoas podem jogar com o exército do inimigo, encarnando membros do Taliban e matando soldados americanos. O próprio secretário de defesa do Reino Unido, Dr. Liam Fox, emitiu críticas ao jogo, encorajando que a população boicotasse o título e não adquirisse um game “de mau gosto”.

Imagem do modo Multiplayer Taliban do MOH 2010

Mocinho ou bandido? Jogo gera polêmica ao permitir que jogadores sejam membros do Taliban e matem soldados americanos!

Apesar de tudo, o título foi lançado com sucesso no mercado e já vem por aí o mais novo jogo da franquia: Medal of Honor Warfighter, que já tem data marcada pra 23 de outubro deste ano! O game continuará de onde o jogo de 2010 parou e também relatará eventos verídicos de soldados mandados para outros países como Filipinas e Somália. A preocupação com a fidelidade dos fatos foi tão grande que a história foi escritas por soldados reais que participaram dos eventos narrados. Confira o trailer!

Como dá pra ver no trailer, uma inovação grande deste game é o modo multiplayer mais complexo, no qual o jogador poderá escolher entre batalhões de soldados de elite de 10 países diferentes ao redor do mundo. Além disso, o jogo promete uma inovação em matéria de movimentação de personagens e efeitos sonoros acurados das armas e cenários feitos em áudio HDR (High Dynamic Range), além do sistema de micro-destruição, no qual todos os elementos dos cenários são realisticamente afetados pela ação ao redor.

Se você gosta de jogos de guerra e tiro em primeira pessoa, não deixe de conferir as dicas para Call of Duty enquanto aguarda o lançamento de Medal of Honor.