Esse é um dos assuntos que mais são observados por quem conhece o skate fora do vídeo game: a realidade de certos feitos no game! Muitas vezes as manobras efetuadas parecem impossíveis e uma coisa deve ser dita: depois dos games de skate muitas manobras começaram ser vistas em pistas e campeonatos e as melhores marcas tomaram como base certas coisas dos games como princípio de ideia para modelos de suas produções.

Mas falando agora das manobras, o skate é um esporte de superação e inovação. Muitos anos atrás no dia do primeiro ollie ninguém um dia sonharia que hoje existiram tantas manobras realizadas de formas espetaculares a vários metros de altura como acontece por exemplo na mega rampa.

O Skate é um esporte sem limites e a cada momento que um atleta atinge seu limite outro aparece e o supera. Desde o início até os dias de hoje, este é um padrão deste esporte. Quem segue os games de skate vê uma evolução tremenda na jogabilidade, pois antes o skate andava na grama sem perder velocidade alguma, os personagens pareciam voar, quando se errava uma manobra não acontecia nada além de um tombo qualquer.

Nos últimos games a realidade mais possível veio a tona, o personagem posiciona os pés antes de mandar uma manobra sendo que antes todas as manobras eram mandadas como pé do mesmo jeito no skate, o que era uma coisa muito chata para alguém que conhece a variedade de posições necessárias pra executar uma manobra nova na realidade.

Uma manobra de borda de bowl

Uma manobra de grande dificuldade

Algo que ainda pode ser melhorado ou repensado é sobre o que acontece nos insucessos depois de uma manobra não concluída. De uma forma justa e rápida, as manobras dos games são sim realistas, skatistas profissionais participam das produções dos games, as manobras são tiradas de vídeos. São realidades e feitos de um esporte que se mostra realmente muito inovador, a evolução constante é impressionante e se você não acredita no realismo das manobras é sinal que nunca parou pra ver campeonatos ou vídeos de skate! Verdade?